Procurado pela mãe de Aílton, Sinsenat entrará com ação contra secretária Ilzamar Pereira

dsc_0008.jpg
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Natal – SINSENAT vem a público apresentar Nota de Repúdio contra os últimos graves acontecimentos de assédio moral praticados no serviço público municipal.
 
Nessa terça-feira (27), o Sinsenat recebeu novos relatos estarrecedores da senhora Maria do Socorro, mãe do servidor falecido Ailton Maciel, a qual buscou a Entidade Sindical.
 
No dia 21 de Março de 2018, a sra. Maria do Socorro recebeu a visita domiciliar de pessoas da SEMTAS, as quais alegaram serem amigas de trabalho do seu filho. Mesmo sob efeito de forte medicação psicotrópica, a mãe de Ailton foi induzida a assinar uma declaração eximindo a SEMTAS de qualquer responsabilidade sobre a motivação que levou a óbito o seu filho.
 
A quem interessa essa “diligente” visita domiciliar pós-morte em Uruaçu, São Gonçalo do Amarante? Porque esse tipo de insinuação foi feita?
 
A tentativa da SEMTAS é clara: tirar sua responsabilidade sobre a morte de Ailton, o qual já havia denunciado as graves violações em suas condições de trabalho, registradas no processo administrativo nº 0004888/2018-14, e era perseguido por isso.
 
Diante de tal fato – somado a inúmeras denúncias recebidas pelo Sinsenat – a Entidade acionou sua Assessoria Jurídica para protocolar ação contra a secretária municipal Sra. Ilzamar Pereira, com base na Lei Municipal 189/02, que trata sobre responsabilização de agentes públicos e tem como uma das penalidades a exoneração.
 
Além disso, a Entidade sistematizará todas as denúncias e casos emblemáticos para a continuidade de ajuizamentos de ações criminais e cíveis no âmbito de Natal, especialmente um Dano Moral Coletivo.
 
Assim, o SINSENAT registra duramente a gravidade da situação e reforça que não cessará até que as responsabilidades e medidas sejam contundentemente tomadas. A Entidade entrará com as providências cabíveis nas searas administrativas, cíveis e criminais.
 
Por fim, diante de tudo isso, o Sindicato solicita a celeridade na aprovação do Projeto de Lei que cria o Dia de Combate ao Assédio Moral no Serviço Público Municipal, dia 12 de Março, nominado Lei AILTON RE-VIDAR AURORA.
 
 
Ailton, presente!

Categorias: Notícias do Sinsenat

Acompanhe as notícias do Sinsenat

Acompanhe e divulgue as notícias do Sinsenat nas redes e mídias sociais

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s