Resultado das urnas deve ser respeitado


Com indignação, a atual gestão do Sinsenat recebe as calúnias de integrantes da chapa derrotada, É Tempo, acerca da lisura do processo de apuração dos votos em separado.

A contagem de votos foi acompanhada de perto por integrante de TODAS as chapas concorrentes e a chapa 1, Somos de Luta, tinha uma vantagem de 186 votos antes da conferência dos votos em separado.
Ocorre que o integrante da chapa É Tempo, Jota Neto, queria que estes últimos votos fossem contabilizados SEM A VERIFICAÇÃO DAS LISTAGENS, algo que a chapa Somos de Luta não aceitou, por saber que se trataria de um desrespeito ao estatuto da Entidade, as normas eleitorais e uma ameaça à lisura do processo.
Diante disso, o integrante da chapa 2, Jota Neto, se retirou. No entanto, a apuração continuou, com a análise minuciosa de cada cédula, conforme atestado, inclusive, pela Presidente da Comissão Eleitoral, Eliane Bandeira, em depoimento à TV Sinsenat.
A lisura da conferência dos votos em separado se torna ainda mais forte pela assinatura da ata por representantes das TRÊS CHAPAS, inclusive da chapa 2, É TEMPO.
Portanto, caluniar o resultado da apuração dos votos é caluniar a idoneidade dos membros da comissão eleitoral, desrespeitar a maioria, a vontade dos servidores e, por conseguinte, a própria democracia. Este tipo de ataque não será tolerado.
#SomosDeLUTA

Categorias: Notícias do Sinsenat

Acompanhe as notícias do Sinsenat

Acompanhe e divulgue as notícias do Sinsenat nas redes e mídias sociais

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s