Prefeito Carlos Eduardo, em nota, esconde a verdade da população

Repondo a verdade em relação à nota do Prefeito Carlos Eduardo, no dia 31 de janeiro os servidores públicos municipais suspenderam a Greve diante de um TERMO DE COMPROMISSO assinado com a garantia de que não haveria o corte dos salários, assunto esse que seria debatido na Mesa de Negociação a ser instalada. A GREVE FOI SUSPENSA, mas, o Prefeito NÃO CUMPRIU O TERMO DE COMPROMISSO!
 
Ao amanhecer do sábado de carnaval, 25 de fevereiro, quase trinta dias após a suspensão da Greve, milhares de servidores tiveram seus salários descontados, muitos deles zerados. Uma conduta desleal, traiçoeira e maquiavélica. A Greve não foi decretada ilegal e mais uma vez o prefeito Carlos Eduardo se arvora de estar ACIMA DA LEI!
 
Nesta quinta-feira (02), os servidores municipais montaram acampamento em frente à Prefeitura reivindicando o cumprimento DO TERMO DE COMPROMISSO com a imediata devolução dos valores descontados.
 
A Prefeitura, em mais uma manobra, apontou uma reunião APENAS PARA SEGUNDA-FEIRA, dia 6 de março, SEM NENHUMA GARANTIA DO PAGAMENTO DOS VALORES DESCONTADOS.
 
Os servidores municipais vão permanecer acampados até que os valores sejam devolvidos e a Mesa de Negociação instalada. Não cederemos ao autoritarismo do Prefeito Carlos Eduardo.
img_20170302_165309378_hdrwhatsapp-image-2017-03-02-at-12-02-17

Categorias: Notícias do Sinsenat

Acompanhe as notícias do Sinsenat

Acompanhe e divulgue as notícias do Sinsenat nas redes e mídias sociais

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s