Prefeitura não muda discurso e Sinsenat reafirma ato público do dia 01/03

 

Durante a Audiência Pública desta terça-feira (23), solicitada pelo Sinsenat para debater os temas da pauta de reivindicações de 2016, a Prefeitura do Natal manteve sua postura e não trouxe propostas para os servidores municipais.

A gestão confirmou que não há um índice de reposição salarial e alegou questões como a aproximação do limite prudencial e o aumento da folha de pagamento.

Para o Sinsenat, as justificativas não são aceitáveis, uma vez que as Entidades assistiram, durante todo o ano de 2015, o tratamento seletivo com o orçamento público, dado pelo Prefeito Carlos Eduardo a somente algumas categorias.

O Sinsenat defende que todos os servidores têm igual importância e devem ser tratados de forma isonômica, pois todos merecem o mesmo respeito!

Assim, a Entidade Sindical retoma a convocação para o ato público do dia 1º de março, quando os servidores da Luta Unificada decidirão sobre a possibilidade de reiniciar a greve geral.

DSCN9698DSCN9711DSCN9689DSCN9690DSCN9678DSCN9734DSCN9662DSCN9701DSCN9687

Categorias: Notícias do Sinsenat

Acompanhe as notícias do Sinsenat

Acompanhe e divulgue as notícias do Sinsenat nas redes e mídias sociais

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s