Secretária da Semtas Izalmar não cumpre acordo e nova audiência será realizada na Câmara

DSCN4231

No dia primeiro de dezembro de 2014 foi realizada uma audiência pública na Câmara Municipal do Natal, com a presença da direção do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Natal (Sinsenat), da titular da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semtas), Izalmar Pereira,  do promotor do Ministério Público, Marco Aurélio e do então líder do Executivo na Câmara, o vereador Júlio Protásio.

Na audiência foram estabelecidos quatro pontos que deveriam ter sido implementados pela Semtas nas semanas seguintes. O primeiro deles foi a publicação do edital do concurso, já que a Câmara votou uma lei determinando que até dezembro do 2014 o edital fosse publicado, o que não aconteceu. O segundo ponto foi o envio de um projeto de lei de criação do adicional dos educadores sociais, uma vez que os terceirizados estão recebendo uma remuneração bem maior do que os concursados. Esse projeto sequer foi elaborado para ser enviado a Câmara.

O terceiro ponto acordado foi que os profissionais das Semtas tem direito a GEE (gratificação de expediente extraordinário) para ser trabalhada em regime de escala, dentro da carga horária. Só que a portaria de concessão para que essa GEE seja implementada no contracheque dos servidores também não foi publicada. O quarto ponto acertado foi que  a Secretaria iria apurar as denúncias de assédios morais na Semtas. Segundo a coordenadora do Sinsenat,  Soraya Godeiro, as informações que chegam ao sindicato é  que as denúncias não foram apuradas e está sendo aprofundado o processo de pressão em cima dos servidores, com ameaças de remanejamento.

Diante desse quadro, com o retorno dos trabalhos da Câmara dos Vereadores, o Sinsenat esteve presente nesse primeiro dia de atividades para informar à Casa Legislativa que aquele acordo intermediado pela Câmara entre o Sindicato e a Semtas, com a presença do Ministério Público não foi cumprido.

Então, o Sinsenat solicitou que a Semtas seja chamada mais uma vez para uma nova audiência pública e dê os esclarecimentos a Casa Legislativa. A audiência foi marcada para o dia três de março, às 9h na Câmara.

Tags:, ,

Categorias: Notícias do Sinsenat

Acompanhe as notícias do Sinsenat

Acompanhe e divulgue as notícias do Sinsenat nas redes e mídias sociais

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s